Como ensinar um cão a deixar de fazer buracos

Os cães que cavam buracos, cavam para escapar, para procurarem um bichinho que viram por ali, para trabalhar, para esconder sua comida favorita, para ficarem mais fresquinhos, para fazer um exercício, para diminuir o tédio de um dia. Para tentar contornar o problema, usa-se de algumas estratégias:

Encha o buraco favorito de seu animal com pedras; Arranje um lugar fixo onde ele possa cavar sem dramas para os donos e ensine-o a cavar apenas nesse lugar; Quando ele estiver a cavar em local proibido, deite-lhe um esguicho de água com a mangueira e corrija-o dizendo um firme “nao”; Coloque no buraco favorito de seu cão repelente para cães; Pode-se também fazer cercas com pedras de vários tamanhos, pois os animais evitam pisar  pisos irregulares.

“As melhores Rações” para Cães e Gatos COM ENTREGAS AO DOMÍCILIO

A importância de alimentar seu animal com uma boa ração

Uma ração adequada garante a saúde do animal e promove um desenvolvimento saudável, deixando o animal  sempre bem disposto e com energia. O pelo fica mais brilhante e o aparecimento de tártaro é menor. O mercado da ração para pets está sempre apresentando melhorias na qualidade de seus produtos para que cães e gatos tenham sua saúde sempre perfeita, a Nikopets tem as melhores rações aos melhores preços e com a vantagem de não ter de sair de casa para a adquirir.

Para os galgos muitas são as recomendadas, entre elas destacam-se:

Kennels Favourite Super Premium

Aqui vos deixo todos os contactos: geral@asmelhoresracoes.com /965808499
 

MUITO IMPORTANTE O USO DAS COLEIRAS PARA GALGOS

Por que a coleira martingale para galgos é IMPORTANTE
A principal razão pela qual esse tipo de coleira é usada tem a ver com dois problemas: a proporção única entre a cabeça e o pescoço nos galgos e o medo e traumas que a maioria apresenta.

Com uma coleira normal, se algo acontecer que assuste qualquer outra raça de cão e faça-o tenta escapar, ele não escapa. Isso porque o pescoço é muito mais estreito do que a cabeça e a coleira não pode escorregar pelas orelhas.

No entanto, os galgos têm um pescoço muito largo em relação ao crânio.  Então, com qualquer outra coleira, se eles quiserem fugir, escapam sem dificuldade do dono. À medida que a coleira martingale para galgos se aperta no pescoço dos cães, no caso de uma tentativa de fuga, ela não consegue sair.

coleira para galgos em pele

Larga no centro mais fina nas extremidades, esta coleira de galgos que será sempre apenas para usar na rua e não dentro de casa, é para além das Martingales a única segura para usar nos galgos.
Convém ser confortável e ajustável, devemos ter em atenção a qualidade do material (macias, flexíveis e forradas), as costuras, fecho e ter atenção para não ficar apertada demais, nem demasiado largo. O ideal é ajustar a coleira de modo que você consiga enfiar um dedo entre ela e o pescoço do seu cão sem esforço, mas também sem espaço para sobra.
Peitorais em lícra são indicados  para cães de pequeno porte e cachorrinhos principalmente quando andam a aprender a andar à trela ou galgos idosos, pois se forem muito activos conseguem retirá-los com um puxão tal como sucede com as coleiras normais de pescoço.

   

Para além da Coleira de Galgos ou Martingale,  nos galgos traumatizados e resgatados à pouco tempo é aconselhável o uso conjunto com peitoral apropriado para galgos e trela dupla, esta é a única forma de ter segurança máxima num galgo acabado de adotar e assustado.
Muito importante também o Identificador Electrónico – MICROCHIP que é obrigatório e em caso de fuga poderá ter esperança de reaver o animal, sem microchip a pessoa que o encontrar poderá registá-lo em seu nome não o devolver por falta de informação. Para sua segurança, para além do microchip é muito importante colocar na coleira uma chapa identificadora com o contacto do dono, este tipo de identificação já devolveu mais animais que o próprio microchip aos seus donos, animais que fugiram ou desapareceram por situações distintas, como fugas em dias de trovoada, assustados por outros cães, animais  roubados e que graças à maravilhosa chapa de identificação, todos foram encontrados e devolvidos aos seus donos, principalmente  de noite ou em horários em que as Clínicas Veterinárias estão fechadas ou ficam muito distantes para verificar a leitura do microchip no momento em que se encontra o animal na rua.
O Registo do animal na Junta de Freguesia da sua residência também é obrigatório

Todas as coleiras apropriadas para galgos existem à venda na webstore da katefriends.

https://www.katefriends.org/product-category/coleiras/

Quando o seu Cão tem a mania de fugir de casa, o que fazer.

Existem cães que têm uma tendência para fugir de casa ou da propriedade onde vivem, na ausência dos donos, alguns ao fim de algum tempo de adoção e já devidamente integrados por variadíssimos fatores, vou tentar citar os mais comuns: 

1.  Porque não foram castradosespecialmente os machos, muito provavelmente, saem a procura de uma fêmea.
2.  Porque está entediado. Talvez necessite de mais atenção, mais passeios com os donos, a companhia de outro animal, por vezes mesmo com a companhia de outro animal não invalida a  possessão pelo seu dono e por isso, provavelmente, que ele precisa de um pouco de adrenalina.
3. Porque tem medo de trovoada, fogo de artifício, barulhos de máquinas como cortadores de relva, etc.
4Existe um outro motivo que tem a ver com fatores genéticos principalmente se mora numa quinta no campo, algumas raças fogem para caçar. (ver solução no último parágrafo)
Outra situação que você também deve levar em conta é a raça do seu cão e a idade. Há alguns cães que requerem mais exercício devido a sua constituição genética.
É muito importante para todos os animais passar algum tempo diariamente com eles. Faça brincadeiras que ele goste, como lançar objetos, fazer caminhadas, tentar socializar com outros cães, visitar amigos e família com o seu cão, é importante socializa-lo.
Existem brinquedos próprios para animais que pode comprar para ele se divertir, alguns para colocar cenouras ou biscoitos lá dentro que entretêm durante umas horas.
Quando todas as soluções falharem e não conseguir impedir o seu cão de fugir e fazer asneiras por vezes graves, que podem arcar com consequências mais complicadas envolvendo terceiros com prejuízos diversos como por ex: galinhas, patos, ovelhas etc., poderá optar por estas duas soluções.
    • Aumentar os seus muros ou vedações acima dos 2 metros ou colocar uma cerca neste estilo que impede  cães e gatos de a transporem:

       
  • Comprar um vedação invisível que existe em vários sites da Internet no estrangeiro e em Portugal no Decathlon, OLX etc, esta é muito utilizada lá fora no estrangeiro em propriedades sem vedações, para impedir os animais de saírem do perímetro de segurança, veja o link:
Espero que este artigo tenha ajudado, obrigada  Cristina Gonçalo www.katefriends.org

Tratamento para peladas de ANIMAIS

Tratamento usado para recuperação de Crinas de Cavalo  faz milagres nas peladas dos animais e no nosso cabelo.

Tratamento em animais:

Com um algodão embebido em água morna, verter 5 gotas de Vitamina A e de Vitamina B5 e aplicar nos locais das peladas todos os dias durante 15 dias.

Apesar se não ter havido  registo de efeitos secundários,  verificar sempre se o animal reage bem ao produto e não lhe provoca nenhum tipo de alergia ou comichão.

Tratamento capilar humano:

Colocar 5ml de Vitamina A e 5 ml de Vitamina B5 num frasco de 500ml de shampoo. Utilizar em todas as lavagens. Em cabelos secos adicionar também 5ml de cada ao amaciador ou máscara.

Dia 1 de Fevereiro Dia Mundial do Galgo

Dia 1 de Fevereiro, dia Mundial do Galgo.
Este dia é assinalado para que nós, humanos, possamos ser a voz destes animais que levam uma vida cheia de medo e crueldade. Quando são considerados inúteis, são barbaramente mortos, pendurados em árvores, lançados em poços, espancados até à morte ou abandonados…
Conheça um pouco do que se passa em Espanha. ( http://www.diadelgalgo.es/ )
A intervenção de diversas Organizações de causa animal já levou a que alguns países abolissem as corridas de galgos.
Enquanto uns proíbem essas corridas, aqui em Portugal parece que é um fenómeno que está em enorme crescimento!

O PAN ( Partido dos Animais e Natureza) publicou uma Petição para proibir as corridas de galgos em Portugal,  https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT84678 tornando-se assim a voz destes animais, exigindo a sua abolição, na  grande  maioria das vezes as corridas de galgos envolvem ou colocam em risco a saúde do animal, quer por uso de substâncias metabolizantes quer pelo esforço continuado, muitas vezes até à morte ou até ao desgaste físico incapacitante.”

Se ainda não assinou, ainda vai a tempo de o fazer.
Os galgos adoram correr,  pois que corram por vontade própria e em Liberdade como qualquer outro animal de estimação.

Galgo o cão mais antigo do Mundo sua história e raças

O Galgo certamente é um dos cães mais antigos do mundo, provavelmente descendente do galgo árabe, veio acompanhando navegadores Fenícios em suas viagens para a Europa. Ao longo dos séculos, os  ingleses trouxeram-nos para a Europa.
GalgoSua principal diferença dos outros cães é a 
velocidade. Há muitos séculos atrás, pensa-se que teriam sido utilizados na caça de cervos, gamos e javalis. Atualmente esta nobre raça ficou estigmatizada como cão de corridas em canídromos e na caça de lebres mecânicas.
Esta raça têm uma visão extremamente apurada. Outra característica importante é o fato dela ser muito ágil e rápido, podendo atingir os 70 km/h.
Como resultado disso, grande parte dos exemplares deste cão possuem pernas longas para dar passos largos, um tórax mais profundo para suportar sistemas cardiovasculares fortes  e também um corpo magro e delgado para que se possa manter o menor peso possível no seu deslocamento a correr.
Devido a essa particularidade de velocidade, estes cães são bastante explorados e torturados nas preparações para as corridas através de choques, drogas e levados ao seu limite, sendo após os 2 anos idade a sua grande maioria descartados, o que lhes confere o estatuto da raça de cães mais sofrida e  maltratada do Mundo.
Origem
Os Galgos, conhecidos também como Legreis, são cães de estrutura corpórea esguia, originários de um cão bastante primitivo que era chamado de Canis Familiaris Leineri, que contava com uma estrutura anatómica bastante similar as raças de Galgos atuais. Ele deu origem a cães que eram utilizados pelos povos antigos nas mais diversas atividades, como por exemplo a caça de pequenos roedores, e até mesmo grandes felinos, eram responsáveis muitas vezes por pastoreios de cabras, e também ovelhas além da guarda de caravanas nos oásis.
Foram representados através de monumentos no antigo Egipto, numa época que remonta há mais de 2 mil anos a. C. Até mesmo os gregos e romanos na antiguidade, apreciavam o cão quanto a sua musculatura bem desenvolvida e a sua rapidez surreal. Os reis e senhores da Idade Média, atribuíam a sua beleza principalmente à elegância e à aristocracia. Portanto eram considerados cães nobres, de uma linhagem diferente.
Os cães da raça Galgo acompanhavam os povos nos seus deslocamentos,  expandindo -se pelo mundo, originando diversas raças. Em cada uma das regiões que se ambientavam, desenvolviam algumas características diferenciadas, estas que eram provocadas principalmente pelas influências do meio e pelo cruzamento com outros cães. Desta forma as diversas de raças de Galgos aos poucos, foram-se formando. Na região do Reino Unido por exemplo, este foi um cão que cruzou com cães típicos do local, que contavam com pelo duro, produzindo assim algumas variações como o Irish Wolfhound e o Deerhound.
Nas regiões da Rússia, com o frio intenso, houve a formação da raça Borzói, um Galgo com pelagem muito mais densa, composta de pelos e subpelos para que o  pudessem proteger das baixas temperaturas.
O Galgo Afegão é uma raça originária do Afeganistão, aparentada com o Saluki (galgo persa), os seus antepassados terão vindo da Pérsia (Irão) e chegado ao Afeganistão, onde terão desenvolvido a longa pelagem. Muito apreciados pelos soberanos Afegãos, foram levados para a Grã-Bretanha pelos soldados britânicos após a Segunda Guerra do Afeganistão em 1890.
O Saluki é originário da região do Médio Oriente, provavelmente fruto de antigos cruzamentos entre galgos egípcios e asiáticos, era considerado cão real no Antigo Egipto.
 
O Azawakh é uma raça africana, nativo do vale de Azawakh, na região fronteira do Mali, este galgo foi desenvolvido pelo povo tuaregue do Saara que o consideram um símbolo de status social, esta raça é descendente do Sloughi e Saluki. 
 
O Sloughi tem a sua origem na África, mais especificamente na parte do norte em países como Argélia, Líbia, Marrocos e Tunísia. Existe uma dúvida sobre os seus ancestrais mas julga-se ser originário também das duas raças Saluki e Azawakh. Seu nome é uma homenagem à sua velocidade, já que significa “rápido como o vento” em árabe.
 

 

Não se sabe destas espécies, se são apenas descendentes de um ancestral ou existem mais de uma origem, apesar disto todos convergem para um alongamento das linhas, mas em todas as linhas é possível encontrar características diferenciadas, como por exemplo pernas longas, focinho comprido e afilado, costas arqueadas ligeiramente, peito estreito e também profundo. Graças a toda esta estrutura, conseguem desenvolver grandes velocidades. 



Descendente do Greyhound o Whippet é uma raça oriunda do Reino Unido enquanto que o Galguinho Italiano é uma raça oriunda do Egipto, embora oficializada em Itália. Detalhes em tumbas, mostram prováveis exemplares desta raça  que comprovariam o seu surgimento datado de 2 900 a.C.
Características físicas
Os Galgos são considerados cães com muita personalidade e possuem um temperamento independente, de uma  forma geral ao inicio, não seguem seus donos para todos os lugares, nem mesmo imploram por atenção ou carinho, diferente de outras raças de cães. Costumam demonstrar atenção por seus donos de forma subtil, abanando a cauda e dando uma lambida. Muitas vezes é comum que eles fiquem por perto por algum tempo e retornem em seguida ao seu ócio. Os Galgos são considerados  cães inteligentes e com capacidade de raciocínio, são excelentes em resolver problemas, em aprender por conta própria e também associar as causas e as consequências dos acontecimentos.
Existem diversas raças de Galgos, estas que variam de acordo com o seu porte , assim como a sua pelagem, temperamento e habilidades. Podem ser pequenos como o Galguinho Italiano, com no máximo 38 cm de tamanho ou enormes como o Irish Wolfhound, que é eleito como a raça mais alta do mundo, muitas vezes beirando mais de um metro de altura. Apesar de se encontrarem diversos traços comuns, cada uma das raças de Galgo é única.
Pelagem
As diversas raças apresentam pelagens bastante contrastantes, longuíssimas como na raça Galgo Afegão e curta como no Whippet e no GreyhoundSloughiAzawakh, ondulada no Borzói, dura no Irish Wolfhound e no Deerhound e franjada no Saluki.
A pelagem do Galgo depende muito de sua variação, podendo ser bastante densa e fina, mas suave ao toque, ou ainda grossa e quente para as raças de regiões mais frias. Quanto a suas cores, é possível se encontrar raças com cores em tigrado, preto, branco, creme, amarelo, castanho, canela, avermelhado, entre várias outras tonalidades. Todas as suas cores são aceitas e as mais comuns contam com uma marcação branca. A pelagem é bastante ajustada ao corpo em todas as regiões, é forte e flexível, de cor rosada. Suas mucosas são bastante escuras.

Temperamento

Todos os cães da raça Galgo, possuem características bastante peculiares e comuns, contam com um caráter sério e retraído, tímido mas extremamente meigo e dócil, são muito inteligentes, obedientes, tranquilos, silenciosos e asseados.

                                                                                                  Habilidades

Este cão é muito veloz e bastante diferente das outras raças, pode mudar rapidamente de direcção, apesar da sua magreza são muito resistentes, adaptáveis  e astutos. Tem extremidades finas, embora robustas e potentes.
Saúde
O Galgo é um cão bastante independente e tímido, alguns não são dados a muitas brincadeiras ou mesmo demonstrações de afeto exageradas. 
Precisam fazer exercício, sendo aconselhável a realização de uma caminhada diária. É bastante adaptável a apartamentos desde que possa passear com regularidade, porém o ideal é uma casa com quintal/jardim, para que ele possa exercitar-se  e desta forma  viver de forma mais saudável.
O cão costuma ter uma saúde de ferro, não apresentando incidências com relação as doenças que costumam afetar cães de grande porte, a sua expectativa de vida é bastante longa, de aproximadamente 12/14 anos, porém existem registos de cães desta raça que viveram por mais tempo até 16/17 anos.
Em raros casos acontecem situações de displasia do quadril, por isso é importante que o cão realize frequentemente passeios para que não passe por este tipo de problema. Caso ele possua uma alimentação saudável e exercícios frequentemente, como uma simples caminhada certamente irá ter uma vida bastante longa e saudável, já que normalmente não acontecem casos de anomalias na saúde do cão.
Ficha Técnica do Galgo
Nome Original Galgo
Origem Médio Oriente
Porte Médio
Raças Galgos
Conhecidas
Greyhound, Whippet, Italian, Borzoi, Saluki, Azawakh, Sloughi, Iris Wolfhound, Deerhound, Pharaoh Hound, Magyar Agar, Ibizan Hound, Chart Polski
Cuidados Especiais Necessita fazer algum exercício, caminhada diária, não gosta de estar sozinho.
Características Físicas Cabeça: longa e estreita. Orelhas: de base ampla, triangular. Olhos: Pequenos, oblíquos, amendoados, castanhos, de preferência escuro
Altura média Macho – 62 a 70 cm • Fêmea – 60 a 68 cm
Peso médio Macho – 25 a 30 kg • Fêmea – 20 a 25 kg
Expectativa de Vida 12/14 anos
Cor da Pelagem (Bicolor e tigrado) – preta, branca, creme, amarelo, castanho, avermelhada e canela
Tipo da Pelagem Densa e fina ou grossa e quente.
Características principais Veloz, ágil, tímido, inteligente, obediente, dócil, afetuoso, tranquilo, asseado.

JAMAL HÁ 7 ANOS NA União Zoófila NÃO PERMITEM ADOÇÃO NEM RECUPERAÇÃO FORA DALI

Foi adoptado em Dez 2016 por uma voluntária que se apaixonou por ele e que tem experiência com Galgos pois adotou uma no Cantinho da Milu, mas depressa lhe tiraram o Galgo, preferem enjaula-lo a permitir que durma num sofá e recupere no seio familiar.

Estive na UZoofila em 2014 e conheci o Jamal,  tinha 2 anos  é muito timido, bonito,  com um olhar meigo, carinhoso, precisava de sair urgentemente de lá, pois tal como todos os galgos traumatizados, precisa de terapia de aproximação gradual em espaço calmo, tranquilo, sem stress, junto de uma matilha de galgos habituados a reabilitar colegas traumatizados como existe na Quinta do Trevo com os Galgos do Trevo.
Na altura  tentei ajudar, mas apercebi-me da enorme dificuldade que é conseguir vê-lo e ainda maior em adoptá-lo ou tirá-lo de lá.
Desta forma denuncio este caso que me têm angustiado ao longo de todos estes anos e acho que está na hora de alguém investigar o que se passa com este Galgo e porque esta entidade em vez de procurar ajudar para recuperar este animal prefere fechar as suas portas e mente-lo encarcerado.
Tem chip, vacinas em dia, está desparasitado e castrado.

CONTINUA a fev/2019 na União Zoófila :
Contactos para mais informações:

margarida saldanha- 962747968/919091840
uniaozoofila@gmail.com 

Como saber se o meu cão tem febre?

A temperatura normal de um cão varia entre 38,5 e 39,5 graus centígrados, mas em algumas ocasiões uma infeção de parasitas ou algum tipo de falha no sistema imunológico do nosso animal de estimação pode originar febre, fazendo com que a sua temperatura suba, uma situação que requer uma visita imediata ao veterinário. No entanto a grande pergunta é, como saber se o meu cão tem febre

    • Principais sintomas

      Saber se o nosso cão tem febre requer alguma observação da nossa parte, embora alguns sintomas sejam inequívocos, como por exemplo, o nariz quente e seco, olhos aparentemente lacrimejantes ou nublados, apatia, falta de apetite e um pouco nervoso. Em temperaturas mais elevadas o animal pode sofrer tremores, tal como os humanos.
    • A ajuda de um especialista

      Embora em casa existam medidas que possa tomar para reduzir a febre do seu cachorro é muito importante que quando detectar febre recorra ao veterinário, pois há que determinar a causa desta condição, se se trata de um parasita, algum problema de carácter imunológico ou outra doença mais específica, o tratamento variará dependendo da origem do mal-estar.
  • Em casa

    Deve seguir sempre as indicações do seu veterinário, mas além disso pode ajudar o seu cachorro em casa seguindo estas recomendações. Como em qualquer caso de febre a hidratação é fundamental se vê que o seu cachorro não quer beber água, dê-lhe um caldo de carne ou de frango, mas é muito importante que consiga fazer com que ele beba líquidos. Se tiver tremores cubra-o com alguma manta leve, mantenha-se a seu lado o máximo de tempo possível, isto fará com que se sinta mais reconfortado. Dê-lhe um banho morno, poderá ajudar a baixar a temperatura corporal. Outra boa opção é passar um pano com água fria pela sua barriga e cara. Monitorize constantemente o estado do seu nariz, deste modo poderá verificar se a temperatura diminui. Se o quadro clínico piorar leve-o às urgências do veterinário

ADOTADOS os 4 Greyhound bebés com 3 meses de Coimbra

Já estão todos ADOTADOS

Um  obrigada muito grande ao Senhor António Vale e à sua mãe, um agradecimento especial aos adotantes Raquel Duarte, Tânia Martins , António Carreira e Fernanda Felício.

Boa sorte para todos

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

                       

Temos 4 puppies greyhound com 3 meses três fêmeas e um macho para adoção responsável, encontram-se em Coimbra e pertencem ao Sr. António Vale, criador de galgos, eram 11 mas de momento apenas restam 4 para adoção.

A adoção é efectuado primeiro pelo envio do formulário de adoção.  Os requisitos são, ter boas condições e preferencialmente  outro cão que goste de cachorrinhos, tempo, companhia e espaço seguro para as educar e amar.

Obriga a preenchimento de termo de responsabilidade para vacinações e esterilização obrigatórias nas datas e idade recomendada, não sendo possível a utilização dos animais para procriação, nem fins lucrativos ou desportivos.

Procuramos alguém com espaço interno e externo seguro, sempre gente em casa e boas intenções.

Encontram-se em Coimbra para adoção responsável.

Formulário de adoção: https://www.katefriends.com/formulario-adocao/